Notícias
Notícias

Seringa Usada


(10.10.2018) – O que fazer se tiver um acidente com uma seringa usada?

A primeira coisa a fazer no caso de um acidente com uma seringa/agulha usada é lavar o local com água e sabão, se a perfuração for na pele, ou água ou soro fisiológico, no caso da exposição ter ocorrido numa mucosa (lábios, cavidade oral e nasal, por exemplo). Não se deve espremer nem passar soluções abrasivas no local.

A seguir, a pessoa acidentada deve procurar atendimento especializado imediatamente. Se a fonte do acidente for conhecida, neste caso a pessoa em quem a seringa foi utilizada antes do acidente, deve-se falar com ela para que a mesma autorize que sejam feitos exames sorológicos de HIV, hepatite B e C. Se os resultados forem negativos, o médico ou o serviço estará autorizado a dar alta do seguimento ambulatorial.

Se o paciente fonte for desconhecido, a pessoa que sofreu o acidente com a seringa usada será seguida por 6 meses e serão colhidos exames no dia da primeira consulta e após 6, 12 e 24 semanas.

O acompanhamento e tratamento (quando necessário) do paciente acidentado é feito por um médico infectologista.

Fonte: Médico Responde



Comente este post