Unidade do Governo de Goiás dá boas-vindas aos profissionais, aos quais  é apresentada a cultura organizacional e os protocolos da instituição

O Hospital de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) recebeu nesta sexta-feira (4/3), os novos residentes médicos, com a presença de gestores da unidade do Governo de Goiás e representantes da Divisão de Ensino e Pesquisa (DEP). Ao todo, 33 residentes receberam as boas-vindas e entenderam um pouco mais da cultura organizacional do Hugo, assim como os protocolos utilizados na unidade.

De acordo com o gerente assistencial, Jovani Gomes Ferreira Júnior, o acolhimento é importante para os residentes conhecerem a rotina do hospital e trabalharem conforme a visão da unidade. ”Hoje, a visão do Hugo é acolher os profissionais que estão na unidade e o paciente em primeiro lugar” disse.

Os residentes puderam conhecer um pouco sobre os trabalhos realizados de alguns setores importantes, a exemplo da Comissão de Residência Médica (Coreme), o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), o Núcleo Interno de Regulação (NIR),  Ouvidoria, Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmet) e o trabalho entre as equipes multiprofissionais.

Para o médico ortopedista e coordenador da Coreme, André Luiz Passos Cardoso, o hospital é referência em residência médica em Goiás. “A nossa expertise é trauma e o paciente de alta complexidade. No Hugo, há oportunidade de os residentes se depararem com tipos de atendimentos que não são comuns em outros hospitais”, ressaltou.

“Além disso, a unidade conta com equipe de ortopedia, neurocirurgia, vascular, plantão de clínica médica, banco de sangue e salas de centro cirúrgico para resolver o problema do paciente de imediato. É a oportunidade de o residente vivenciar uma prática para se tornar um profissional o completo”, explica, ainda.

O residente de ortopedia João Marcelo afirma que o Hugo é referência em trauma e possibilita uma visão ampla e abrangente da especialidade. “Espero atender casos complexos e de referência para me especializar bem no que decidi seguir como carreira”, destaca.

A residência médica do Hugo é um programa de ensino, pesquisa e ciência que é referência nacional, formando especialistas em diversas áreas. Médicos preceptores da Diretoria de Ensino e Pesquisa do hospital têm reconhecimento internacional, com trabalhos publicados em periódicos de circulação mundial atestando a excelência dos profissionais.

Julianna Adornelas (texto e foto)/Instituto CEM

Ajustar fonte